VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E QUARENTENA: A SUBNOTIFICAÇÃO NOS TEMPOS DE PANDEMIA

  • Henri Francis de Oliveira Ruiz Centro Universitário Augusto Motta/UNISUAM
  • Patrícia Maria Dusek Centro Universitário Augusto Motta/UNISUAM
  • Katia Eliane Santos Avelar Centro Universitário Augusto Motta/UNISUAM
  • Maria Geralda de Miranda UNISUAM

Resumo

Este artigo traz à tona uma discussão acerca a violência doméstica e familiar contra as mulheres, que em decorrência da pandemia do vírus COVID-19, teve um aumento exponencial, mas que pode ter números ainda maiores, devido à subnotificação dos casos ocasionada pelas dificuldades encontradas pelas vítimas para denúncia e registro das ocorrências. É sabido que esse tipo de violência é um problema estrutural e nesse artigo discutiremos os fatores agravantes e explicativos, desde os estudos de gênero e do patriarcado até o período de pandemia e isolamento que estamos passando. Para tanto, serão revistos alguns aspectos históricos e bibliográficos da dominação masculina e violência de gênero, tentando explicar como esse tipo de violência se reproduz e se expressa culturalmente por meio de comportamentos repetidos e irrefletidos que são transmitidos em todos os âmbitos da sociedade e que contribuem de forma direta para opressão masculina sobre o gênero feminino e a misoginia.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

Não há dados estatísticos.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Possui graduação em Comunicação Social (Jornalismo) pela FACHA e em Letras Clássicas e Vernáculas pela FEUC. Doutora em Estudos Culturais pela UFF. Pós-doutorado em Políticas Públicas e Formação Humana pela UERJ, em Narrativas Visuais pela Universidade Clássica de Lisboa e em Estudos Culturais Africanos pela UFRJ. Possui Curso de Aperfeiçoamento em Gestão e Empreendedorismo pelo Babson Entrepreneurship Program, no Babson College, EUA. Curso de Aperfeiçoamento em Study Abroad Program On Environmental Sustainability, pela UIW European Study Center. Foi Bolsista da CAPES e Coordenadora do Projeto "Implicações do Ambiente no processo de Ensino-Aprendizagem: Estudos sobre escolas Públicas do Complexo do Alemão, na Cidade do Rio de Janeiro?, apoiado pelo OBEDUC/CAPES, no período de 2013 a 2017. Foi coordenadora do programa de Pós-Graduação Desenvolvimento Local da UNISUAM, entre 2011 e 2016. Desenvolve estudos no âmbito do Desenvolvimento sustentável, da Educação ambiental, da cultura e da Educação.

Publicado
2022-06-24
Como Citar
RUIZ, Henri Francis de Oliveira et al. VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E QUARENTENA: A SUBNOTIFICAÇÃO NOS TEMPOS DE PANDEMIA. Revista da Seção Judiciária do Rio de Janeiro, [S.l.], v. 26, n. 55, p. 43-63, jun. 2022. ISSN 2177-8337. Disponível em: <http://revistaauditorium.jfrj.jus.br/index.php/revistasjrj/article/view/648>. Acesso em: 29 set. 2022. doi: https://doi.org/10.30749/2177-8337.v26n55p43-63.