RELATO DE EXPERIÊNCIA: REFLEXÃO SOBRE ATUAÇÃO PROFISSIONAL, O RITUAL DO JÚRI NO PLENÁRIO DA CEILÂNDIA E ASPECTOS INFLUENCIADORES NAS DECISÕES DOS JURADOS

  • Natália Tomás Ribeiro Bispo Universidade Santa Úrsula-USU
  • Adriano Rosa Silva Universidade Santa Úrsula

Resumo

Este artigo é um relato de experiência do período em que observamos o Tribunal do Júri da Ceilândia. O objetivo do trabalho foi compreender quais eram os elementos influenciadores dos jurados na construção da verdade. Analisamos 100 (cem) processos públicos julgados no ano de 2022; realizei a observação não participativa de 8 (oito) Sessões Plenárias e aplicamos uma pesquisa semiestruturada para 15 (quinze) jurados. Interpretamos os dados utilizando os conceitos da sociologia desenvolvidos por Pierre Bourdieu como habitus, campo e capital, acrescidos dos conceitos de poder desenvolvido por Foucault e estigma desenvolvido por Goffman. Ao final, interpretamos que o Tribunal do Júri não se limita a Direito, havendo inúmeros fatores sociais que influenciam os jurados, sendo imprescindível aos profissionais que atuam no Júri buscar uma preparação interdisciplinar para desenvolver um trabalho de qualidade que faça frente ao Estado.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

Não há dados estatísticos.
Publicado
2023-12-02
Como Citar
BISPO, Natália Tomás Ribeiro; SILVA, Adriano Rosa. RELATO DE EXPERIÊNCIA: REFLEXÃO SOBRE ATUAÇÃO PROFISSIONAL, O RITUAL DO JÚRI NO PLENÁRIO DA CEILÂNDIA E ASPECTOS INFLUENCIADORES NAS DECISÕES DOS JURADOS. Revista da Seção Judiciária do Rio de Janeiro, [S.l.], v. 27, n. 59, p. 91-109, dez. 2023. ISSN 2177-8337. Disponível em: <http://revistaauditorium.jfrj.jus.br/index.php/revistasjrj/article/view/785>. Acesso em: 14 abr. 2024. doi: https://doi.org/10.30749/2177-8337.v27n59p29-47.